arquitetura-de-franquias

A importância da arquitetura para uma franquia

Arquitetude Arquitetura Comercial Deixe um Comentário

Hoje em dia, muitas lojas fazem parte de franquias. E para qualquer consumidor saber que determinada loja é uma franquia, sua aparência é fundamental. Conheça a importância da arquitetura para uma franquia.

A importância da arquitetura para uma franquia

Loja WQSurf do Shopping Via Parque.  Fonte: Arquitetude.

Adquirir uma franquia pode ser uma ótima vantagem para um comerciante. Afinal, ele passa a poder usar o nome de uma marca conhecida e também a ter acesso a sua tecnologia, seja para a produção do produto, seja para facilitar suas vendas. Porém, ao comprar uma franquia, o franqueado também acaba comprando um projeto de arquitetura responsável por padronizar o comércio.

É este visual que permite que a marca e, consequentemente, o estabelecimento sejam reconhecidos em todos os lugares. Grandes marcas são reconhecidas no mundo inteiro e nada pode ser melhor para um comerciante do que um reconhecimento instantâneo de seu estabelecimento. Assim, pessoas de qualquer lugar saberão exatamente os tipos de produto e serviço que irão encontrar dentro da loja.

No entanto, adquirir uma franquia também significa que, além de produtos, móveis, cores, materiais e todos os detalhes de design deverão seguir um padrão. E esse padrão deverá ser adaptável para diferentes tamanhos de loja para atender bem ao sistema de franchising. Sem um projeto de arquitetura sólido todo esse trabalho fica quase impossível.

A arquitetura faz com que todos os pontos de venda mantenham o mesmo padrão visual, que permite que o comércio seja identificado imediatamente por todos.

Os pontos de venda de uma franquia devem ser praticamente iguais e, para isso, é importante ter uma série de manuais de rede, que irão treinar e ensinar o franqueado não só a usar corretamente os sistemas e tecnologias fornecidos, como também a decorar e arrumar a loja de acordo com um determinado padrão estabelecido.

Arquitetura para franquias

Loja WQSurf do Boulevard Shopping. Fonte: Arquitetude.

O manual voltado para o visual da loja é o de identidade visual. Nele é possível encontrar a cor das paredes, o tipo de móvel, a disposição deles no espaço, dentre vários outros detalhes. Isso ajuda a deixar o estabelecimento com o visual correto e atrativo, podendo ser identificado em qualquer lugar, seja como loja de rua ou de shopping. E informações como esta poderão ser desenvolvidas por um escritório de arquitetura especializado.

Nem sempre há uma obrigatoriedade em executar o projeto de arquitetura e decoração com o escritório que o desenvolveu. No entanto, confiar na execução do projeto à equipe que já o desenvolveu pode oferecer uma série de vantagens.

Ao pensar no projeto, o escritório pode oferecer todos os detalhes na execução e indicar as melhores adaptações para o estabelecimento levando em consideração o tamanho da loja, utilização dos móveis entre outros.

O manual de identidade visual desenvolvido por um escritório de arquitetura também não se ocupa simplesmente com as questões estéticas; ele leva em conta não só a importância do posicionamento da marca, como também a forma como a empresa deseja ser percebida pelos consumidores.

Franquia de loja

Loja WQSurf do Bangu Shopping. Fonte: Arquitetude.

Entre essas e outras que contratar um escritório que tenha elaborado o projeto para execução pode ser fundamental para que nada saia do padrão. Dessa forma, o franqueado poderá atender todas as normas do franqueador, não sendo necessária nenhuma reforma ou retoque de última hora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *