Dicas de decoração para restaurantes

Dicas de decoração para restaurantes

Arquitetude Arquitetura Comercial Deixe um Comentário

Ter um restaurante não é fácil. Para além de todas as regras de higiene e trabalhistas que precisam ser seguidas, também é importante que o estabelecimento tenha um ótimo visual. Afinal, se é verdade que começamos a comer com os olhos, um restaurante bonito e bem decorado certamente vai se destacar mais e atrair novos clientes. Veja então algumas dicas de decoração para restaurantes:

Dicas de decoração para restaurantes

Fonte: Arquitetude.

Tenha um estilo pessoal: cada tipo de restaurante tem um estilo que o ajuda a se definir e contribui com sua identificação. O tipo de comida servida, muitas vezes, é o fator central que ajuda a desenvolver a arquitetura e a decoração do local. Mas esses não são os únicos fatores. Atender bem ao público-alvo cumprindo suas expectativas, por exemplo, também é importante.

Mesmo que você vá seguir um estilo canônico no seu restaurante, procure inserir detalhes que contribuam para deixá-lo mais personalizado e único. Peças decorativas exclusivas ajudam muito a desenvolver um estilo mais pessoal para o estabelecimento e gerar uma identificação imediata dos clientes.

A utilização de obras de arte, principalmente quadros, por exemplo, é comum, mas nem sempre a escolha das peças é feita com muita consciência. O ideal é que elas acrescentem algo a mais a decoração, combinando com o restaurante, a comida servida e ao tipo de público que costuma frequentá-lo.

Plantas também são ótimos acessórios decorativos, mas precisam estar sempre bem cuidadas. Elas podem ficar sobre mesas, balcões, enfeitando a porta ou mesmo em suportes. Há várias formas de se adicionar plantas a decoração de um restaurante de forma que elas se integrem ao espaço e se tornem um detalhe interessante. Portanto, vale a pena usar esse recurso.

Como decorar restaurantes

Fonte: Arquitetude.

Preste atenção nas cores: as cores têm um papel fundamental em qualquer decoração, mas podem ser ainda mais importantes para um restaurante. Segundo a psicologia das cores, há tonalidades que estimulam o apetite e outras que nos deixam menos interessados na comida. Dessa forma, saber combinar as cores da decoração do restaurante é bem importante.

Tons de vermelho e laranja, por exemplo, podem abrir o apetite. O amarelo também costuma ser bastante usado em restaurantes porque gera ansiedade, fazendo as pessoas tomarem decisões mais espontâneas e comprarem por impulso. Não por acaso, essas são cores muito usadas por marcas de fast-food.

Já os tons frios criam uma sensação maior de relaxamento e estabilidade, sendo bastante utilizados em restaurantes mais elegantes, em que as pessoas vão para permanecer por mais tempo. É preciso ter cuidado para balancear o uso das cores frias para que o local não fique estéril e sem graça.

Valorize a iluminação: nada dá mais personalidade a um ambiente do que sua iluminação. Ela pode tanto fazer com que um local fique convidativo e aconchegante quanto pouco interessante e desconfortável. A verdade é que é importante sabe conhecer as diferentes temperaturas de cor da luz para que o local fique bem iluminado, mas sem parecer que há luz em excesso.

Arquitetura comercial para restaurante

Fonte: Arquitetude.

É claro que é importante que as pessoas possam ler o cardápio e ver o que estão comendo, mas ambientes com muita luz são tão incômodos quanto aqueles com pouca. Uma iluminação mais intimista, por exemplo, pode ser entendida como mais romântica, enquanto muitas lâmpadas são associadas a locais em que não passaremos muito tempo.

O tipo de restaurante que você possui vai ajudar a decidir o melhor tipo de iluminação para o seu estabelecimento, tornando-o mais atrativo para o público que você deseja atrair e fidelizar.

Escolha bem os revestimentos: num restaurante, a circulação de pessoas é enorme. Por isso, escolher materiais resistentes para revestir pisos e paredes é fundamental. Porém, isso não deve interferir no visual do espaço. Busque por revestimentos próprios para ambientes comerciais, pois eles vão alinhar a estética e a durabilidade que você precisa.

Vale lembrar que materiais naturais costumam ajudar a criar ambientes mais aconchegantes. Já materiais claros podem passar uma sensação maior de limpeza e ainda adicionar a iluminação mais claridade. Revestimentos escuros, por outro lado, vão exigir mais luz, porém são mais elegantes e podem chamar mais atenção.

Deixe seu Comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *