Piso Arquitetura Comercial

Dicas para escolher o piso da sua loja

Arquitetude Arquitetura Comercial Deixe um Comentário

Escolher o piso de um estabelecimento comercial pode ser algo simples e sem importância. No entanto, esta é uma decisão que deve ser pensada levando em conta não só estética e orçamento, como também funcionalidade e durabilidade. Veja, então, algumas dicas para escolher o piso da sua loja.

Piso para loja

Fonte: Arquitetude.

Vários fatores devem ser levados em conta ao escolher o piso de uma loja. É claro que pensamos primeiramente na estética do espaço, pois a imagem que será passada aos consumidores é muito importante. No entanto, não adianta escolher um piso lindo com um brilho maravilhoso, mas que não oferece uma boa durabilidade para ambientes de grande circulação.

Aliás, a durabilidade do material usado para revestir o piso tem fundamental importância. Um comércio costuma ter um grande nível de circulação de pessoas e não possuir um piso que ofereça alta durabilidade é um erro grave. O desgaste do revestimento usado no piso pode afetar o visual do estabelecimento como um todo, fazendo com que o espaço fique parecendo desleixado ou sujo.

Pisos frágeis demais quando expostos a uma grande circulação de pessoas tendem a rachar e quebrar com muita facilidade, o que pode significar um grande prejuízo para um comércio. Além do dinheiro necessário para consertar o problema, será provável que a loja necessite ficar um dia ou mais fechada para que o conserto seja realizado.

No caso de supermercados, por exemplo, além do tráfego de pessoas, há também os carrinhos de compras, que podem arranhar um piso que não tenha sua superfície tratada e preparada para receber este tipo de atrito. E mesmo em lojas há a possibilidade de alguém entrar com um carrinho de bebê, por exemplo. Portanto, é importante pensar em todas estas variáveis.

Dicas para escolher o piso da sua loja

Fonte: Arquitetude.

O piso escolhido para uma loja não pode necessitar de muitos cuidados ou exigir manutenções demoradas e detalhadas. Isso pode atrasar a abertura da loja e a saída dos funcionários, afetar seu funcionamento e, muitas vezes, acabar sendo ignorada pela equipe. O ideal é utilizar um piso que seja fácil de limpar e que mantenha sua boa aparência sem muito esforço.

É claro que um revestimento em que muitas pessoas circulam necessitará de uma limpeza diária, além de alguma manutenção periódica. No entanto, o ideal é que a limpeza do dia a dia seja simples de ser feita, utilizando-se apenas uma vassoura e um pano umedecido para dar acabamento.

A cor do piso também precisa ser pensada. Geralmente, comércios apresentam pisos claros, pois dão sensação de que o espaço está mais limpo, além de contribuir com a iluminação, refletindo melhor a luz e ajudando a ampliar visualmente o espaço. Pisos claros também tendem a valorizar os produtos através da reflexão da luz, no entanto necessitam de mais limpeza.

Já os pisos escuros, mesmo aqueles com acabamento brilhante, são realmente muito bonitos e elegantes, mas não refletem tão bem a luz, exigindo uma iluminação mais potente para gerar uma melhor valorização tanto do espaço quanto das mercadorias do estabelecimento. Por outro lado, pisos escuros tendem a exigir menos limpeza.

Tipos de piso para loja

Fonte: Arquitetude.

Quem deseja melhorar a segurança do espaço deve investir num piso antiderrapante ou que possa receber um tratamento deste tipo. Pisos muito brilhantes tendem a ser mais lisos, podendo causar escorregões e quedas, principalmente quando não estão bem limpo ou caso haja água nele. E a segurança dos clientes é algo que deve ser colocado em primeiro lugar sempre.

Com todas essas dicas para escolher o piso da sua loja, fica muito mais fácil decidir o que é melhor para o seu estabelecimento, deixando-o mais bonito, personalizado e aconchegante para os clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *