A arquitetura comercial pode incentivar os clientes a consumir

A arquitetura comercial pode incentivar os clientes a consumir

Arquitetude Arquitetura Comercial Deixe um Comentário

Todo comerciante quer descobrir formas de atrair as pessoas para seu estabelecimento comercial e levá-las a efetuar ao menos uma compra para fidelizá-las como cliente. Mas o que muita gente não se dá conta é que a arquitetura comercial pode incentivar os clientes a consumir!

Arquitetura comercial

Fonte: Arquitetude.

A atmosfera de uma loja influencia totalmente na forma como os clientes se comportam e nas suas decisões de compra. O posicionamento dos produtos, as cores, o atendimento e até o formato dos expositores podem ajudar a impulsionar as vendas ou fazer com que o empreendimento se torne um desastre.

Muitas vezes, quando pensamos no que incentiva as pessoas a comprar, nem sempre vem à mente o ambiente em si, mas apenas em determinados aspectos da loja, assim como o treinamento dos funcionários e os produtos oferecidos. É por isso que uma arquitetura comercial que busca ajudar a loja a vender não se concentra apenas em apresentar produtos, mas na experiência de compra do cliente como um todo.

Em um mundo cada vez mais tecnológico, em que é cada vez mais fácil comprar pela internet e receber produtos de todos os tipos na porta de casa, conquistar um cliente pode ser um verdadeiro desafio, mas não é impossível. E investir num projeto de arquitetura comercial personalizado voltado especialmente para determinado público consumidor é o primeiro passo para isso.

Descobrir formas de fazer com que o cliente se envolva emocionalmente com a marca através do espaço físico da loja pode ser um bom começo no desenvolvimento de um projeto que visa incentivar as pessoas a consumir. Afinal, despertar sensações e sentimentos positivos num indivíduo é uma forma eficaz de conquistá-lo e fidelizá-lo.

A arquitetura comercial pode incentivar os clientes a consumir

Fonte: Arquitetude.

Para fazer isso, além de dar um treinamento personalizado a equipe e disponibilizar produtos de boa qualidade, é preciso investir em infraestrutura. Às vezes, simples mudanças na circulação da loja já geram resultados impressionantes; outras vezes, pode ser necessário mudar o posicionamento da marca e alinhá-lo ao gosto do público-alvo.

Fazer com que a arquitetura e a decoração da loja transmitam um determinado estilo de vida é uma forma interessante de se alinhar com os pensamentos do público-alvo da marca. Isso faz com que a loja adquira uma personalidade única, destacando-a da concorrência e tornando-a mais do que um local de consumo, mas um ponto de encontro para os clientes.

Ao longo dos anos, muitas marcas conseguiram se tornar sinônimo de algo, o que sempre ajuda suas lojas a se tornarem mais conhecidas junto ao público que ela visa atender. Sendo assim, uma marca voltada para o público jovem deve se posicionar de formar a atrair esse nicho através de uma utilização do espaço que reforce características importantes para os jovens.

Pouco adianta ter uma loja de roupas para adolescentes com ótimas roupas se a estrutura física do espaço está totalmente desatualizada e as cores são desbotadas. Da mesma forma, uma loja de roupas infantis que não atraia tanto as crianças quanto seus pais (e, especialmente, a mãe) pode ter problemas em manter-se aberta.

Projeto de arquitetura comercial

Fonte: Arquitetude.

Pequenos detalhes na arquitetura dos ambientes comerciais podem sim fazer uma enorme diferença para o público consumidor, ainda que muitos comerciantes não se deem conta da importância dessa correspondência entre o espaço da loja e sua organização com as vendas (ou a falta delas). Quando o público não se identifica com o espaço, dificilmente ele terá vontade de explorá-lo.

Vale ressaltar que, quando uma marca consegue realmente gerar um sentimento de identificação com o público-alvo, promovendo uma ótima experiência de compra, o valor do que é vendido passa para o segundo plano. Muita gente prefere gastar um pouco mais e comprar numa loja da qual gostam e admiram do que economizar em outra que não lhe desperta nenhum tipo de sentimento.

A arquitetura comercial pode incentivar os clientes a consumir quando ela é pensada especialmente para atendê-los e até seus mínimos detalhes levam as necessidades dessas pessoas em conta. Por isso, se sua loja ainda não tem um projeto personalizado, este pode ser o melhor momento de investir em infraestrutura para impulsionar as vendas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *