A importância da setorização de lojas

A Importância da Setorização nas Lojas

Arquitetude Arquitetura Comercial Deixe um Comentário

Uma parte importante da arquitetura comercial é a setorização das lojas. O consumidor, quando entra em um estabelecimento, precisa se sentir bem vindo e estimulado a comprar, mesmo sem perceber esses estímulos externos. Por isso, conheça mais sobre a importância da setorização nas lojas.

Arquitetura Loja SavitcheLoja Savitche. Fonte: Arquitetude.

A setorização da loja pode ser determinante na hora de uma compra: você entra em uma loja e não entende muito bem a lógica com que as mercadorias estão expostas. Se o produto não for algo muito específico e difícil de achar, é provável que você desista da compra e resolva procurar em outra loja semelhante. Por outro lado, quem acessa uma loja setorizada adequadamente pode sentir-se inclinado não só a comprar o que já havia planejado, como também fazer algumas aquisições de última hora (as famosas compras por impulso).

Uma boa setorização nas lojas pode ter um impacto direto sobre as vendas e o faturamento, o que, em épocas de crise, pode salvar um negócio. O intuito ao setorizar uma loja é fazer com que cada setor complemente o outro, criando uma sinergia entre os produtos, facilitando ao consumidor encontrar o que precisa e, ainda, estimulando-o a fazer uma compra de ocasião. Por isso, ao lado de camisetas você encontra calças e, logo depois, sapatos: as araras, expositores e estantes seguem uma lógica simples, porém prática e eficaz.

Setorização loja WQS

Loja WQSurf. Fonte: Arquitetude.

Uma prática bastante comum em lojas que não alcançam suas metas mensais ao longo de algum tempo é rever a setorização. Para isso, é feito um estudo do layout da loja que identifica o que pode não estar dando certo e qual seriam as possíveis resoluções para o problema. Dessa forma, alguns setores podem ser trocados de lugar, chamando mais a atenção dos consumidores, que acabam entrando na loja por perceberem que ela está com um visual repaginado e mais interessante e atraenteDicas para melhorar a setorização nas lojas

A setorização nas lojas pode ser feita de várias formas, no entanto existem alguns conceitos básicos que são seguidos por praticamente todos os pontos de venda e que funcionam muito bem, pois não levam em consideração somente os produtos, mas também o comportamento do cliente em relação a eles.

Arquitetura loja Madame MS

Loja Madame Ms. Fonte: Arquitetude.

Primeiro setor: vitrines e promoções

Este é o espaço de contato inicial do consumidor com a loja. Ele é muito importante e deve estar sempre bonito, arrumado e limpo (aliás, toda loja deve ser mantida assim sempre). Além disso, a constante atualização do espaço desperta a curiosidade de quem passa, pois torna evidente que a loja preocupa-se em estar sempre antenada com os últimos lançamentos e tendências. Além disso, expôr logo as promoções faz com que o consumidor entre com mais facilidade na loja. Existe a percepção de de que ali se encontram os produtos que ele quer e com preços especiais.

Segundo setor: lançamentos e compras de ocasião

Anunciar os lançamentos logo depois das promoções é mais uma estratégia para fazer o consumidor continuar na loja e circular por ela. Todo mundo gosta de conhecer novidades e, por isso, é muito provável que uma pessoa mais interessada aproveite-se desta oportunidade para explorar mais as peças, conhecer o que há de novo no mercado e, ainda, fazer algumas compras, principalmente ao se encantar com algo novo, diferente e bonito. Quem entra em uma loja sempre tem em mente comprar algo, e muita gente só precisa de alguns estímulos visuais para efetuar sua compra.

Setores Loja Nação Rubro Negra

Loja Nação Rubro Negra. Fonte: Arquitetude.

Terceiro setor: produtos principais

Este é o espaço para o comerciante exibir os produtos principais da sua loja, que estão sempre a disposição, e não estão com valores remarcados. São peças que, provavelmente, precisam de um tempo maior de escolhe e análise e levam o consumidor a ficar mais tempo dentro da loja. É também onde acontecem os atendimentos mais demorados, pois quem está comprando passará mais tempo ponderando sobre suas decisões de compra.

Quarto setor: produtos caros, caixas e provadores.

O fundo da loja é um espaço com maior segurança, o que leva muitos comerciantes a colocarem seus produtos mais caros e os caixas neste espaço. E eles não estão errados, afinal, segurança nunca é demais. Colocar os provadores ao lado dos caixas também é uma ótima ideia, afinal, se a pessoa gostou da peça e está próxima ao caixa, por que não comprá-la? Algumas lojas também gostam de colocar objetos de menor valor, mas de grande utilidade, próximos ao caixa, o que leva a muitas compras de ocasião. Chocolates, meias, canetas, carteiras e chaveiros são alguns desses objetos que acabam entrando por acaso nas compras porque são baratinhos e estamos sempre precisando. Alguns caixas são, inclusive, treinados para oferecer determinados produtos para os consumidores na hora de fechar a compra e, quanto menor o valor e maior a utilidade da peça, maior será a chance de venda.

Design loja TDM

Loja TDM. Fonte: Arquitetude.

Agora que você conhece a importância da setorização nas lojas, pode colocar em prática algumas dicas e alavancar suas vendas!

 

A importância da setorização de lojas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *