Ambientes integrados na arquitetura comercial

Ambientes integrados na arquitetura comercial

Arquitetude Arquitetura Comercial Deixe um Comentário

A integração de ambientes tem ganhado muita força nos últimos tempos, principalmente na arquitetura residencial. Afinal, nada melhor do que ter um espaço em que todos possam interagir e se comunicar sem barreiras. A integração entre ambientes está tão em alta que chegou também às lojas. Saiba mais sobre ambientes integrados na arquitetura comercial.

Projeto de arquitetura comercial

Fonte: Freepik.

Integrar ambientes comerciais na arquitetura não é muito diferente do que fazemos em casa. Ao implantar o conceito aberto numa residência, a ideia é que seja possível melhorar a comunicação entre os espaços, assim como a circulação do ar e da luz. Dessa forma, quem está na cozinha preparando uma refeição pode observar as crianças brincando na sala, por exemplo.

Já a implantação de ambientes integrados na arquitetura comercial tem um objetivo similar, porém mais comercial. A ideia geral é fazer com que dois (ou mais) espaços funcionem juntos e em harmonia gerando mais lucros ao negócio. É comum, por exemplo, livrarias com pequenas cafeterias dividindo um mesmo espaço, um ótimo exemplo de como dois comércios podem se integrar bem.

A integração de ambientes na arquitetura comercial nasceu da necessidade de economia de tempo e espaço. Um cliente que compra um livro e almoça na mesma livraria, ou compra uma geleia artesanal no mesmo restaurante em que acabou de jantar. Estabelecimentos assim otimizam tempo e ganham cada vez mais adeptos.

Comerciantes que buscam formas de superar a crise e chamar mais atenção do público podem (e devem) começar a pensar na criação de ambientes integrados, ainda mais em tempos de crise.

Arquitetura comercial com ambientes integrados

Fonte: Pinterest.

É claro que, antes de colocar um restaurante dentro da uma loja, é importante pensar nos custos para o negócio e se esta é realmente a melhor integração para fazer a empresa crescer. Levar em conta o público-alvo e observar os tipos de atividades que se costumam haver no local é um ótimo começo.

Outra alternativa é procurar saber se os clientes gostariam que o negócio fosse integrado a outro. Às vezes, mudanças pouco pensadas podem ser prejudiciais a um negócio, principalmente quando não aprovadas por seus principais clientes.

Ter ambientes integrados na arquitetura comercial é uma forma de buscar se diferenciar da concorrência e melhorar os negócios. Vale lembrar que instalar um projeto de integração exigirá uma reestruturação completa da loja.

Um novo projeto de arquitetura comercial, desenvolvido e executado por um escritório de arquitetura, pode ser um dos primeiros passos para atrair novos clientes.

Ambientes integrados na arquitetura comercial

Fonte: Suisse Première.

Deixe seu Comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *